Conversa na Travessa

quarta-feira, junho 30, 2004

O que ainda nao disse na vespera de aterrar na Portela:

Analogia matinal pré-café: Os males das malas

Malas: Objectos úteis ( para mim extremamente incómodos de transportar, mas úteis, sim...) para o transporte de múltiplos objectos em simultâneo, objectos esses que se dividem em "imprescindíveis", "úteis", "Algum dia posso precisar disto" e " como veio isto aqui parar?".
As malas variam de tamanho. Digamos:
Mala- saco: Transporta o passado, o presente e ainda guarda espaço para o futuro. Útil para transportar Primeiros Ministros nomeados em viagens de curta duração e ainda alguns acessores e afins. Devido ao seu espaço alargado poderá também conter material de marketing, edifícios modernos. Poderemos ainda encaixar um estojo de maquilhagem no buraco do túnel.
Categoria: " como veio isto aqui parar?"

Mala- mala: Neste modelo temos de ser um pouco mais razoáveis, ou seja, não podemos pôr tudo no mesmo saco. Temos que pensar muito bem na real utilidade do que lá colocamos dentro. Óptima para políticos de estilo compacto e pouco mexido, o que facilita imeeeeenso o seu transporte para onde seja necessário, apesar de às vezes chegarmos à conclusão que afinal também não era bem ali que eram precisos.
Categoria: "Algum dia posso precisar disto"

Malinha: Este é um modelo que pressupõe uma personalidade mais austera. É necessário muito auto-controlo e auto-conhecimento, para limitar com exactidão o tamanho das nossas reais necessidades. Excelente para Ministras que de frente e de lado parecem a mesma coisa, com péssimo gosto para vestir mas com uma cabeça que alberga algo mais que um cabelo mal penteado.
Categoria: "úteis"

Micro-Mala: O " cromo mais difícil da bola". Ter uma micro-mala é transportar um objecto quasi meramente decorativo. Mas desenganem-se. A precisão da escolha do objecto que lá colocamos dentro, revela a importância fundamental que o mesmo poderá ter em situações de crise. Excelente para o transporte de Presidentes da República.
Categoria: "imprescindíveis"

E se tivesse um bocadinho mais de tempo, gostaria de utilizar inserido neste contexto a palavra " maniqueísta". Até porque é a palavra da season.

"Ai Portugal Portugal/ de que e' que estas 'a espera/ tens um pe' numa galera outro no fundo do mar" (JP)


(in Publico, 28/06/2004)

O que eu nao queria saber na vespera de aterrar na Portela:

"Aeroportos portugueses sem certificação internacional"

terça-feira, junho 29, 2004

De uma maneira geral, nao gosto de me repetir. Mas nao me canso de repetir:


O Santana Lopes, ou outro qualquer, sera' Primeiro-Ministro da Republica Portuguesa se e so' se for eleito para tal pelos portugueses.

Nao quero aterrar na Portela na Quinta-Feira e pensar que cheguei 'a capital da Republica das Bananas.

Primeiros-Ministros nao eleitos por votacao democratica no meu pais, nao obrigada! Mudar de nacionalidade nao e' dificil.

(Nao sei se ja' disse isto)

Hoje, às 19h, em frente ao Palácio de Belém. Por exemplo. Ou emigracao em massa para um pais democratico civilizado. Outro exemplo.

Tentei...

...escrever um post. Fui interrompida 5 vezes. Desisto!

The laziest girl in town (NOT!)


Lisa Ekdahl


1.Lisa Ekdahl 1994; 2.Med kroppen mod jorden 1996; 3.Bortom det blå 1997; 4. Lisa Ekdahl sings Salvadore Poe 2000


5.Samlade sånger 2003; 6.When did you leave heaven
(with Peter Nordahl trio)1998; 7. Back to earth
(with Peter Nordahl trio)1997; 8. Kiss&Hug:From a happy boy; 9.Heaven, earth and beyond 2002

Lisa Ekdahl, aka Pita Sueca para alguns. 'A primeira vista, ela teria tudo para me arrepiar os nervos de forma insidiosa e nefasta: o seu ar de pita loura; a sua voz aguda e mimada de pita (loura); o seu sotaque ingles mediocre de pita sueca (mimada). 'A primeira vista, porque depois a pita (sueca loura mimada) acaba por me arrepiar os nervos de forma insidiosa, benigna e superlativamente agradavel. There's something about Lisa que funciona muito bem e acho que a culpa nao e' so' dos excelentes arranjos e performance do Peter Nordahl Trio. Ela tem ali qualquer coisa...um va va voum, ou coisa que o valha. E' claro que ninguem chega aos tornozelos da Nina Simone e da sua interpretacao de "Laziest Gal in Town". Chegar 'a ponta da falange do dedo mindinho da Nina Simone e da sua interpretacao de "Laziest Gal in Town" nao e' para todos, mas e', para a Pita, aparentemente tao facil e natural como o e' (aparentemente facil e natural) para um ginasta acrobatico olimpico fazer um mortal encarpado. E' daquelas coisas que nem Darwin nem Wallace conseguiriam explicar.

Laziest Gal In Town
It's not 'cause I wouldn't,
It's not 'cause I shouldn't,
And, you know though well, it's not 'cause I couldn't,
It's simply because I'm the laziest gal in town.
My poor heart is achin'
To bring home the bacon,
And if I find myself alone and forsaken,
It's simply because I'm the laziest gal in town.
Though I'm more than willing to learn
How these gals get so much extra money to burn,
Every proposition I just turn it down,
'Way down,
It's not 'cause I wouldn't,
It's not 'cause I shouldn't, honey,
And, you know, that it's not 'cause I couldn't,
It's simply because I'm the laziest gal in town.

segunda-feira, junho 28, 2004

O que me disse hoje uma criança...



A Tangerina

Qual e' a coisa, qual e' ela, que e' "the chosen", "the Quiet Portuguese who is unlikely to upset the status quo"?


Roubado de MVA

1. Alguem votou no Santana Lopes para Primeiro-Ministro? Nao? Entao, pronto.

2. Tenho o mau habito de corar pelas vergonhas dos outros, sobretudo quando "os outros" sao representantes do que foi atribuído como "meu país" (BI) e que preferem presidir a uma comissao europeia a acabar um (mau) mandato como chefe do executivo. E coro quando leio o Stephen Castle no "The Independent" de hoje a dizer umas quantas verdades:

"Quiet, unassuming, amiable, low-profile: the adjectives applied to ..........
are not those normally used to describe Europe's most successful politicians.
(...)
Mr ........fulfills two criteria. The first is that he comes from the centre-right. The second is that the other 24 EU leaders do not think that Mr .....will use his new post to cause them to much trouble.
Although European leaders routinely say they want a stronger, more dynamic European Commission, the appointment of Mr ........suggests otherwise.
" (pagina 21 da versao impressa do "The Independent" de 28/06/04)

Titulo da foto que acompanha o artigo de Stephen Castle: ".......has made little impact on the EU. That is his main advantage."

[fill in the gaps]

3. MacGuffin, nao percebi a historia da maquina muito bem oleada em Italia: "(...) É que o Estado, em Itália, funciona mesmo: mesmo com «instabilidade», sem governo ou com governo, com eleições todos os meses ou nem por isso. A máquina, por lá, está muito bem oleada." (MacGuffin)


"Perfection! We're talking perfection!"


Hyde Park, Londres, 25/06/2004

Nunca pensei que o "Parallel Universe" fosse o highlight da noite. Foi o ponto do concerto sonoro-visualmente mais potente, estou em crer. Marcou tambem o fim do espectaculo, antes do encore. Exuberant! Brilliant!
Contudo, nos seus brilhantes 97 minutos (mais ou menos devio padrao de 3 minutos) de actuacao, os rapazes hipercineticos bem que podiam ter tocado o "Breaking the Girl", que eu lhes pedi. Tambem nao lhes custava nada. Trocava o solo de bateria pelo "Magoando a Garota", sem pestanejar:

Breaking The Girl - Tradução
Red Hot Chili Peppers
Magoando a Garota [ Breaking the Girl ]


"Sou um homem à parte dos acontecimentos
Raramente faço amigos, eles vem e vão
Ela era uma garota meiga, mas alienada
Éramos os dois, nossas vidas rearranjadas
Sentindo-nos tão bem naquele dia
Um sentimento de amor naquele dia

REFRÃO
Retorcendo e revirando,
Teus sentimentos estão ardendo
Você esta magoando a garota
Ela não queria te fazer nenhum mal
Você se acha tão esperto
Mas agora você tem de cortar os laços
Você esta partindo a garota
Ela não ama mais ninguém

REFRÃO
Criada por meu camarada, a garota do dia

Ele era meu chegado, era assim que rolava
Ela era a garota abandonada
Sentindo a necessidade de fazer de mim seu lar
E não sei o que, quando ou por quê
O crepúsculo do amor tinha chegado

REFRÃO
"

traduzido por: Renata (nao a Tangerina)

sexta-feira, junho 25, 2004

a pimenta e o...

Há quem critique malta que gosta de citar os outros

Mas o Foucault é fantástico ao dizer que Freud é um génio da lâmpada ao trazer o sexo do quarto dos pais, na época vitoriana, para o seu divã lá de casa!
Granda Maluco!



A Tangerina infelizmente já regressada de banhos

quinta-feira, junho 24, 2004

Rumo ao Hyde Park







Previsoes para amanha, Londres:

Partly Cloudy
High: 21oC
Low: 13oC

Previsoes para amanha, Hyde Park (from 5.30 pm onwards):

Sunny
High: 35oC
Low: 30oC