Conversa na Travessa

sexta-feira, dezembro 05, 2003

"História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar"

No porto de Hamburgo, era uma vez um gato grande, preto e gordo, Zorbas, que se viu escolhido por Kengah, uma moribunda gaivota, apanhada por uma maré negra de petróleo, para tomar conta do ovo que acabara de pôr. Do "ovito branco com pintinhas azuis', nasce, ao fim de vinte terríveis dias de choco para o gato, uma gaivotinha, que rapidamente o chama de 'mamã'. Ditosa, rodeada do carinho dos gatos do porto, cresce depressa, tornando-se numa "esbelta gaivota de sedosas penas cor de prata'. Com a ajuda indispensável dos seus amigos Secretário, Sabetudo, Barlavento e Colonello, e de uma enciclopédia, o gato Zorbas consegue cumprir as suas promessas de cuidar da avezinha e ... ensiná-la a voar! Tarefa tanto mais difícil porquanto, como todos sabemos, os gatos não voam, e, para além disso, a jovem gaivota teimosamente insistia não querer ser um pássaro, mas sim uma gata.
Um carinhoso conto do chileno Luís Sepúlveda.Recomendo!

0 Coscuvilhices:

Enviar um comentário

<< Home